Newsletter Facebook

Publicado em:
22
9/2017

Concurso Nacional de Paisagismo Urbano divulga vencedores no dia 4 de outubro

Área objeto do concurso foi a Praça Jorge Cury, escadaria, mirante, jardins laterais e acesso ao Parque da Aclimação, em São Paulo. Projeto vencedor poderá ser implantado pela Prefeitura.

No próximo dia 4, quando é comemorado o Dia Nacional do Paisagista, serão anunciados os vencedores do 5º Concurso Nacional de Paisagismo Urbano – ANP – Edição 2017, uma iniciativa da ANP – Associação Nacional de Paisagismo e Prefeitura de São Paulo, com o apoio e organização da Francal Feiras.

A área objeto do concurso foi a Praça Jorge Cury, escadaria, mirante, jardins laterais e acesso ao Parque da Aclimação em São Paulo/SP, com cerca de 3.800 m2, tombada como patrimônio histórico pelo CONDEPHAAT em 1986. Os projetos inscritos serão submetidos aos jurados no dia 20 de setembro e avaliados pelos critérios de criatividade/estética, sustentabilidade/preservação ambiental, impacto sociocultural, funcionalidade, segurança e viabilidade/manutenção.

O corpo de jurados é formado por Eliana Azevedo, presidente da ANP; João Jadão, vice-presidente da entidade; Marcelo Novaes e Tamires Oliveira, representantes da secretaria do Verde e do Meio Ambiente da cidade de São Paulo; Eduardo Odloak, prefeito Regional da Sé; Mauro Martins, coordenador de Projetos e Obras da prefeitura Regional da Sé; e representantes do Green Building Council Brasil e do Conselho Municipal de Conservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de São Paulo – Conpresp.

O primeiro colocado receberá como prêmio quatro estadias em apartamento duplo no Casa Grande Hotel Guarujá, em São Paulo, e um programa AutoLandscape 2017 da AuE Soluções, enquanto o segundo colocado ganhará um programa AutoLandscape 2017 da AuE Soluções.

Além disso, o projeto vencedor poderá ser implantado pela Prefeitura de São Paulo, ainda que em etapas e de acordo com as possibilidades financeiras ou possível parceria público-privada, após aprovação pelo Conpresp. O autor do projeto será chamado a desenvolver o projeto executivo, implementar alterações que possam vir a ser solicitadas e acompanhar a implantação da obra.

Fonte: Primeira Página